25 de jul de 2014

Fragmentos I

Somos nós dois na sacada de um prédio.
Proliferando tédio, olhando os carros na rua
Talvez ansiando-a nua.
                               (como te quero)                                
Porém fria como suas ultimas palavras prepara um bolo e da cozinha ainda me vê fitando a rua, com o peito ardente tal qual a brasa do cigarro entr'os dedos.



Foi um prazer ter te conhecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário