23 de nov de 2016

A carta.

A partir de hoje irá ouvir seus pensamentos com agudeza.
Irá saber de onde se originam e em qual direção anseiam seguir.

Se vierem da parte frontal e externa soarão como uma sugestão, saiba que provem do vazio, de maya, do Ego. Tem como direção a frustração, insatisfação, o desejo cego, a razão pautada em informações desestruturadas. 
Se desenvolvestes ouvidos sábios na mente captará um clamor um pouco mais profundo e saberás que essa voz, com a qual certamente está a ler isso, parte do centro, do miolo, de olhos capazes de ver o fluxo de informações da primeira camada. Faz-te agora observador e demonstra astucia e/ou insights. Parece mais leve e puro em instancias de consciência.

Mesmo assim ainda falta algo.

Por um momento estamos sentados e logo depois somos guiados a agir. Muitas vezes só nos damos conta disso quando já iniciamos/finalizamos a ação. Quem nunca entrou num ônibus e só depois se perguntou se estava no ônibus certo? Há uma força, um impulso sutil que nos move para determinado destino. Percebe-lo é firmar um tratado de responsabilidade com o TODO.
Aqueles que desfrutam desse sentir, seja por meio de fenômenos de Sincronicidade ou qualquer outro, serão convocados.


ASSDCM