7 de ago de 2018

H.A.T.E.

HOMEM ANTES DO TEMPO ETERNO 

Há um homem caminhando

Parece estar em um sonho, mas a sensação é de pesadelo 
vê todos a sua volta reféns do mesmo apego 

Angustia e ódio são as boas vindas em seu lar
Somente a impar solidão demonstra confortar
confrontar suas loucuras e de fato enxergar
quão pequenos são os problemas do mundo que não pode habitar

seus amigos aparecem para lhe cumprimentar
a solidão se multiplica
em bebidas e jogos de azar
enquanto seu cigarro amarga na boca
e faz a fumaça que se torce no ar
a tosse de outro fez a erva em seu pulmão se assentar

Logo enxerga Guernica
e admira a presença de Picasso que também veio participar
A solidão compartilhada reuni os loucos
os desesperados
os sem lar
os degenerados
os errados
e aqueles que não podiam errar












Nenhum comentário:

Postar um comentário