22 de jun de 2013

NOT IN
MUNE

Não é justo:
Me faz bem em vão
São as maçãs fazendo o esboço do seu sorriso
Arrancando-me as palavras e o Ar.
Me hipnotizando de ironia, 
Eu quero falar!

Por que tu roubaste meu ar?
Se ao menos tivesse deixado
De dentro de mim te reservei um pedaço
Louco para te amar.
Só que é tarde.
E as maçãs de longe perderam seu brilho

Artífice, Sozinho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário